Pequeno terremoto atinge cidade de Caruaru,PE

Compartilhe

Na manhã desta quinta-feira (9), o município de Caruaru, no Agreste pernambucano, registrou um terremoto de magnitude 1.9 na escala Richter. Segundo o professor titular do Departamento de Geofísica e coordenador do laboratório sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Anderson Nascimento, o tremor de terra ocorreu no Alto do Moura, um dos cartões postais da cidade, e é comum. “Eventos sísmicos como esse e como outros que a gente teve ao longo da década, são razoavelmente comuns no Agreste pernambucano”, comentou.

O terremoto foi registrado pela Estação Sismográfica Brasileira, operada pela UFRN, e, segundo o professor, pode ser explicado pela reativação de uma reativação geológica. “Esses terremotos são devidos a reativação do alinhamento Pernambuco, que é uma grande estrutura geológica, que ocorre que está sendo reativada nessas porções do Agreste”, disse. “Trata-se de um fenômeno natural e, portanto, geológico”, completou.

A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) informou que está acompanhando a situação junto ao município de Caruaru. Por meio da Codecipe, o coordenador de Defesa Civil da cidade relatou que o tremor não chegou a ser sentido pelos moradores e não causou danos.

Tremores recentes

Em abril de 2020, um abalo sísmico de magnitude 2.1 na escala Richter foi registrado em Caruaru. Segundo informações do NE10 Interior, o tremor chegou a ser sentido por alguns moradores e ocorreu por volta das 23h45 do dia 28. No início do ano, em fevereiro, outro tremor foi sentido, mas não foi possível ser registrado porque a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) estava sem link com a estação de Caruaru.

No final de 2019, quatro tremores foram registrados, sendo três apenas no dia 29 de dezembro. Já na véspera de ano novo, foi registrado um abalo sísmico de 2.3 na escala Richter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *