Governo lança sistema antifraude no Programa AmpaRO e identifica quase 2 mil cadastros indevidos

Compartilhe

O Governo de Rondônia anunciou nesta quinta-feira (9) o lançamento de um sistema antifraudes para evitar golpes no programa de transferência de renda temporária AmpaRO. Até o momento, o Estado conseguiu identificar quase dois mil cadastros indevidos. O cadastramento no programa pode ser feito até 15 de julho.

A Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) assinou, junto com a Controladoria Geral do Estado (CGE), a portaria nº 18 que institui que o mecanismo seja implantado no estado.

Conforme o Estado, a detecção de fraudes ocorre pelo cruzamento dos dados dos habilitados no programa com os que estão inseridos no Cadastro Único e no Bolsa Família. Os dados também são verificados na Receita Federal para que o governo saiba quais os CPF desativados e os nomes que não batem com as informações no documento.

O prazo para o cadastro no AmpaRO vai até o dia 15 de julho. Podem ser inscrever famílias em situação de extrema pobreza, que vão receber R$ 200 por três meses.

Mais de 48 mil famílias que já estão cadastradas no Bolsa Família com renda de até R$ 89 por pessoa poderão solicitar o benefício. Os pagamentos também serão disponibilizados por meio do aplicativo “Caixa Tem” da Caixa Econômica Federal.

Para a inscrição é necessário preencher um formulário na página do Governo de Rondônia com informações como o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a data de nascimento. O sistema vai identificar automaticamente se a pessoa se enquadra nos requisitos para receber o auxílio.

Pagamento

Para receber o pagamento do benefício, será aberta uma conta social digital no nome do usuário por meio do Governo do Estado. Na sequência, a pessoa precisa verificar se o nome está na lista dos beneficiários do programa, que será divulgado no dia 9 de julho. Conforme a Caixa, a pessoa não precisa se deslocar até uma agência. O objetivo do banco é evitar aglomerações.

Com o nome na lista, para receber o pagamento da primeira parcela, a pessoa terá que baixar no celular o aplicativo Caixa Tem. O pagamento está previsto para acontecer entre os dias 16 a 19 julho.

Dos dias 20 a 31 de julho as agências da Caixa Econômica Federal receberão apenas os que não conseguiram baixar o aplicativo para o saque do benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *