5 cidades da Grande SP decidem que aulas presenciais não voltam em 2020

Compartilhe

Algumas das cidades da Grande São Paulo já decidiram que as aulas presenciais não voltam em 2020. Vargem Grande Paulista, que divulgou a informação nesta terça-feira (4), se somou a Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André (no ABC), que também tomaram a mesma decisão.

O governador João Doria (PSDB) divulgou em junho que a administração estadual poderia autorizar a volta das atividades presenciais escolares a partir do dia 8 de setembro, dependendo da evolução da pandemia no estado de São Paulo. Para que a retomada ocorra, 100% do estado deve estar na chamada Fase Amarela (que permite a reabertura de serviços como bares e restaurantes) do Plano São Paulo durante 28 dias seguidos.

Os municípios possuem autonomia para decidirem se vão ou não reabrir as escolas. Das cidades do ABC, apenas três ainda não tomaram uma decisão sobre a volta em 2020: Diadema, São Caetano do Sul e São Bernardo do Campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *