Prefeitura de Porto Alegre anuncia instalação de 186 câmeras de videomonitoramento na cidade

Compartilhe

Com investimento de R$ 7,8 milhões, Capital terá mais 110 câmeras em vias internas e 76 nas entradas e saídas da cidade. Sistema alcança 348 câmeras de monitoramento integrado.

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou, nesta quarta-feira (12), a aquisição de mais 186 câmeras de veículos para incrementar o sistema de videomonitoramento. São 110 nas vias internas e 76 nas entradas e saídas da Capital.

Com isso, a cidade amplia em 115% o sistema atual de cerceamento eletrônico, passando de 162 câmeras para 348. O investimento é de R$ 7,8 milhões.

Para o prefeito Nelson Marchezan Júnior, o avanço na qualificação das câmeras e na formação de um cerco completo para tornar a cidade ainda mais segura.

“Temos maior agilidade na troca de informações e na intensificação da cooperação entre os órgãos de segurança estaduais e federais para execução de ações mais assertivas no combate à criminalidade. Hoje, se combate a criminalidade com tecnologia e inteligência. Essa ferramenta é fundamental para a execução de operações de segurança”, afirmou, em transmissão pelas redes sociais.

As câmeras que irão monitorar as entradas e saídas da Capital serão instaladas em 20 locais. Destas, 47 já estão em operação em 15 pontos distintos nos acessos a Alvorada, Viamão e Cachoeirinha.

Restam ainda cinco pontos em rodovias federais, sendo que três deles já foram liberados pelo DNIT (limites com Eldorado do Sul e Canoas) e dois aguardam liberação da concessionária (BR-448 e BR-290).

As 110 câmeras que serão utilizadas para ampliar o cercamento nas vias internas ficarão em 48 pontos da Capital. Cem já estão instaladas.

Redução em roubos e furtos

De acordo com a prefeitura, o cercamento eletrônico vai monitorar a passagem de 1,5 milhão de veículos por dia. Os furtos e roubos de veículos são despachados para a Brigada Militar e Polícia Civil.

Segundo o gerente de projetos da Secretaria Municipal de Segurança, Gabriel Meneghetti, desde maio de 2018 foi observada uma diminuição de 61% nas ocorrências.

“Acreditamos que o sistema é uma ferramenta excepcional no subsídio de informações aos órgãos de segurança pública e vem colaborando com a redução das ocorrências envolvendo veículos”, ressalta, acrescentando que, desde o início da operação do cercamento, 2.443 veículos roubados ou furtados tiveram passagem confirmada pelo sistema, dos quais 952 deles foram recuperados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *