Partidos aguardam evolução da covid, para só então definirem as convenções

Compartilhe

Convenção do PSDB na eleição de 2018, em Campo Grande (Foto: Arquivo – CG News)
Os partidos aguardam a situação da pandemia em Campo Grande, para definirem como serão as convenções partidárias no mês que vem. A dúvida é se os eventos serão virtuais ou terão condições de ocorrer de forma presencial.

Em função da pandemia do coronavírus, as eleições foram adiadas para 15 de novembro (1° turno), por isso as convenções também sofreram alterações no calendário, previstas agora de 31 de agosto a 16 de setembro.

“Em função deste cenário (pandemia), ainda é cedo para definir como será nossa convenção, se já estaremos em condições melhores. Caso não esteja, teremos que optar pelo evento virtual, no entanto não batemos o martelo”, descreveu Ulisses Rocha, presidente municipal do MDB. O partido espera fazer o evento em 12 ou 15 de setembro.

Mesma posição dos tucanos, que adiantaram que se já estão preparando o “evento virtual”, no entanto não descarta a convenção presencial, com participação limitada de integrantes. “Vamos definir nos próximos dias”, disse o presidente municipal do PSDB, o vereador João César Mattogrosso.

Antônio Lacerda, presidente municipal do PSD, disse que muito “provavelmente” o partido realize o evento virtual, em função do cenário (pandemia) na cidade, mas disse que ainda não teve definição.

By Clever Advertising
“Já estamos preparando este ambiente (virtual), até porque esperamos contar com um arco de alianças”. Ele adiantou que a legenda deve fazer o evento no penúltimo dia das convenções, ou seja, dia 15 de setembro.

Marcada – A direção do PT já marcou sua convenção em Campo Grande para o dia 5 de setembro, no começo do prazo. “Será no modelo virtual, para não termos problemas, assim como estamos fazendo nossas reuniões”, explicou o presidente municipal da legenda, Agamenon do Prado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *