Bruno Covas definirá em setembro se reabre escolas em 2020 ou 2021

Compartilhe

O prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou que definirá em setembro se as aulas nas escolas da capital paulista voltam neste mês.

Segundo inquérito sorológico divulgado nesta quinta-feira (27), 18,3% dos estudantes da rede já possuem anticorpos contra o novo coronavírus.

Covas afirmou que a rede municipal está preparada para voltar apenas no ano que vem, se a área da saúde definir.

A decisão deve ser tomada após a terceira fase do inquérito sorológico para estudantes, que será feita por volta da segunda quinzena do mês. Estudantes de escolas privadas e estaduais da cidade também foram incluídos.

“A decisão de retorno ou não é da área da saúde. A partir do momento que a área da saúde decidir, vale para a rede municipal, privada e estadual. A rede municipal está preparada para qualquer que seja a decisão, seja para retomar neste ano, seja retomar no ano que vem”, disse.

Covas afirmou que ainda não é possível saber se há uma tendência de alta ou não entre os estudantes.

“Esse aumento de 16,1% para 18,3% pode ser uma tendência de aumento ou [significar] que estamos operando na mesma faixa. Por isso, só o terceiro inquérito vai confirmar se se trata de um aumento ou se é o mesmo número”, disse Covas. Segundo ele, a partir desse resultado, será decidido se haverá o retorno ainda neste ano.

Segundo o inquérito sorológico, a estimativa é que mais de 123 mil estudantes tenham anticorpos para o vírus. Essa foi a segunda fase do inquérito sorológico com crianças e adolescentes.

Comparando com a fase anterior, houve um aumento da taxa de prevalência, que antes era de 16,1% (108 mil crianças e adolescentes).

O inquérito foi feito com 6 mil alunos. De acordo com o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, a pesquisa passará a ser feita agora com alunos das escolas particulares e estaduais na cidade de São Paulo.

As classes mais atingida são a D e a E, que tem prevalência acima da média, de 19,5%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *