Carlos Augusto, do Corinthians, está na mira do novo clube de Berlusconi

Compartilhe

Carlos Augusto, do Corinthians, está na mira do experiente dirigente italiano Adriano Galliani, braço direito do bilionário empresário Silvio Bertusconi à frente do Monza, da Itália.

O garoto de 21 anos vem sendo monitorado pelo clube italiano, que subiu para a Série B do país. Agente do jogador, Rafael Brandino esteve na Itália na semana passada e se reuniu com Galliani, que teve muito destaque à frente do Milan até 2013, também em parceria com Silvio Berlusconi.

– Berlusconi comprou o Monza para colocá-lo na elite do futebol italiano e europeu. Eles jogaram a Série C com um time de Série B. Agora irão jogar a série B com um time de Série A. Adriano Galiani é uma lenda na Itália, ele sabe montar uma equipe de sucesso e sabe que o Carlos é o perfil perfeito para o futebol europeu. Carlos trará retorno técnico e financeiro – destacou o agente.

As negociações seguem em andamento e, como a janela de transferências só abre em setembro, não há pressa para a conclusão. No início do ano, o Corinthians recusou duas propostas por Carlos.

Ambas foram do Genoa, da Itália. A oferta mais alta teria sido de 4 milhões de euros (R$ 23 milhões na cotação de hoje). O Timão tem 100% dos direitos do jogador, com contrato até o fim de 2021.

A diretoria corintiana tem sido informada sobre as tratativas, mas trata tudo até agora como “consultas”, segundo o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves.

Enfrentando dificuldades financeiras, o Corinthians vê a possível venda com bons olhos. Além de Carlos Augusto, o elenco alvinegro tem dois laterais-esquerdos: Lucas Piton e Sidcley.

Em dezembro do ano passado, Carlos usou suas férias para viajar à Itália e concluir o processo de cidadania italiana. Ter o passaporte europeu facilita a possível transferência à Europa.

No profissional desde 2018, Carlos disputou 35 jogos no total. Em 2020, sob o comando de Tiago Nunes, são apenas duas partidas disputadas. O jovem viu a ascensão Piton no setor nos últimos meses e também tem a concorrência de Sidcley. Mesmo assim, a condição de titular chegou justamente nos dois jogos mais recentes do Corinthians no ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *