Não, não é possível ser Cristão e socialista ao mesmo tempo

Compartilhe

É possível um Cristão ser socialista? Em um primeiro momento precisamos nos atentar quem foi o mentor do socialismo e como eram suas principais ideias. O marxismo autêntico sempre odiou e sempre odiará o cristianismo autêntico. As pessoas se iludem quando pensam no marxismo como doutrina econômica ou politica. Karl Marx acreditava ter todas as respostas para todos os problemas e a religião era vista com um subterfúgio das classes dominantes para dar uma falsa esperança as classes mais pobres.  

Confira algumas citações Marxista: 

“A religião é o ópio do povo. A abolição da religião como felicidade ilusória é o que falta para sua verdadeira felicidade.” (Karl Marx, 1844) 

“Devemos lutar contra a religião. Isto é o abc de todo materialismo portanto, do marxismo.” (Vladimir Lênin ) 

“Não sou Cristo, nem filantropo, velha, sou totalmente o oposto de um Cristo. Luto pelas coisas em que acredito, com todas as armas de que disponho, e tento deixar o outro homem morto de modo que eu não seja pregado numa cruz ou em algum outro lugar.” (Che Guevara, em carta à sua mãe, 1956) 

Vejamos alguns escritos bíblicos afim de analisarmos se é possível Marxismo e Cristianismo caminharem juntos, confira:

“Buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.” (Colossenses 3:1)  

“Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus.” (Marcos 16:19) 

Na epístola aos Hebreus achamos quatro passagens que nos apresentam Jesus “sentado” à destra de Deus.  

Cristo havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus” (10:12): é o testemunho dado sobre a perfeição de Sua obra. Tal obra não necessita ser renovada e tampouco precisa que algo lhe seja acrescentado.  

Jesus aparece em toda Sua glória; é o Filho, Herdeiro de todas as coisas, o Criador do universo e o Redentor. Possuindo todos esses títulos, depois da obra cumprida na cruz, voltou para o céu e Se sentou em toda a dignidade de Sua pessoa “à destra da Majestade, nas alturas” (Hebreus 1:3).  

Cristo “suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus” (12:2), destacando-Se nessa nuvem de testemunhas citadas no capítulo 11 por Seu andar perfeito em um mundo hostil. 

Depois é mostrado exercendo o ofício de sumo sacerdote e sentado “à destra do trono da Majestade” (8:1). Em outros tempos, o sumo sacerdote israelita entrava todos os anos no templo, onde Deus estava presente. Não fazia senão entrar e sair, e enquanto estava no interior do Lugar Santíssimo permanecia de pé. Hoje Cristo exerce permanentemente Seu serviço de intercessão no céu a nosso favor. Ele está sentado, posição de repouso, estabilidade e dignidade.  

 Podemos concluir que todas escrituras sagradas tem um propósito de alguma forma mostrar algo ou ensinar através da infinita sabedoria do Espirito Santo. Qual seria o objetivo de Deus em dizer que Cristo se assentou à direita de Deus Pai em vários escritos? Por que Deus não ocultou essas informações? Eu acredito que Deus esteja nos ensinando a inclinar nossas vidas para o direito e na minha humilde opinião é impossível seguir Cristo e apoiar ideologicamente movimentos de esquerda. Com certeza absoluta não foi o Espírito de Cristo que inspirou o socialismo. Por acaso existe comunhão entre luz e trevas? 

O governo do Anticristo foi planejado durante anos e para se tornar realidade nesse período. O Anticristo precisa de um governo que ideologicamente venha trabalhando seus ideais na mente das pessoas, para que não haja resistência no momento propicio. É por isso vemos uma polarização entre direita e esquerda. Na grande tribulação a perseguição será implacável. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *