Como a série Forza conseguiu se destacar entre os jogos de corrida

Compartilhe

A série Forza nasceu em 2005 como um jogo exclusivo do primeiro Xbox. Nesse intervalo de 15 anos a franquia evoluiu e conquistou o coração de muitos fãs de jogos de automobilismo. Quando o primeiro game foi lançado, aposto que ninguém imaginaria que ele conseguiria tamanho sucesso, pois ele foi concebido em meio a franquias já muito consagradas, como Gran Turismo, DiRT, Grid Autosport, Need for Speed e tantas outras. Para muitos, as séries Forza Motorsport e Forza Horizon são as melhores do gênero na atualidade, então, a pergunta que fica é: como Forza conseguiu alcançar esse posto mesmo sendo lançado entre tantas franquias já bem estabelecidas? Talvez eu não tenha a resposta certa, mas trago aqui alguns pontos que podem explicar esse fenômeno.

Forza Motorsport conseguiu conciliar bem o realismo com o arcade

Clique para ver a imagem em tamanho original

Talvez a receita de bolo da franquia seja a mistura de gameplay atrativo para os casuais com o realismo. Forza Motorsport não é hostil para os que não são tão familiarizados com o automobilismo, mas também não afasta os jogadores mais hardcore, agradando assim a gregos e troianos. A jogabilidade de Forza Motorsport é muito gostosa, uma das mais suaves entre os jogos de corrida. Você percebe que a física não é ignorada: os carros reagem fielmente às colisões, amassam, perdem peças. Mas tudo isso sem ter uma jogabilidade complexa e engessada. Coloque nessa receita uma pitada de gráficos de ponta e sons fidedignos, e como resultado terás um dos jogos de carro mais completos e acessíveis na atualidade. Com tamanha qualidade, não demorou muito para a série obter grande destaque, e já na geração do Xbox 360 com o Forza Motorsport 4 (talvez já no 3), a franquia alcançou o status de melhor jogo de corrida. Se você é um cara mais hardcore, plug seu volante e caia na pista, se você é um jogador mais casual, ligue seu controle e venha se divertir.

Forza Horizon trouxe um mundo aberto muito divertido

Clique para ver a imagem em tamanho original

Forza Horizon pode não ter sido o primeiro game de corrida a trazer um mundo aberto, mas a forma que ele trouxe isso é praticamente única. É um sandbox com inúmeras coisas para se fazer: corridas em diversos locais, placas para serem derrubadas, desafios de todos os tipos e até “bosses” para serem vencidos. Você irá passar muitas horas completando os desafios do jogo, e acreditem: não é enjoativo! Pelo menos eu não acho e nunca vi alguém dizer que é… Todo Forza Horizon possui paisagens paradisíacas, uma mais bonita que a outra, e com certeza o jogador ficará muito tempo apenas apreciando o ambiente. Sabendo disso, o jogo conta com um photo mode e atividades em que você tem que chegar em belos lugares do mapa e fazer um check in. Forza Horizon não chuta pro alto as leis da física, mas ele é bem mais arcade que o Forza Motorsport, permitindo que o jogador salte de montanhas enormes, faça curvas improváveis e bata violentamente sem sofrer grandes retaliações por isso. Talvez esse seja o charme do jogo, permitir a brincadeira sem medo de ser feliz. Preciso nem falar que assim como o Motorsport, Horizon é referência gráfica nos períodos em que foi lançado. A primazia no trabalho da Playground Games é tamanha, que hoje muitos preferem a série Horizon ao seu irmão primogênito. A desenvolvedora já colhe os seus frutos, com a franquia sendo uma das mais vendidas do Xbox, sendo respeitada até mesmo por quem não tem um console da Microsoft ou um PC.

Inovações e melhorias que a franquia trouxe

Clique para ver a imagem em tamanho original

Não basta ser só divertido, Forza também trouxe inovações e aprimorou outras coisas, dando aos seus jogos um aspecto único. Veremos quais a seguir.

Drivatar: O Drivatar surgiu no Forza Motorsport 5, essa feature pode ser encarada como “um clone de você mesmo”, pois ela cria uma versão virtual da sua pilotagem dentro do jogo. Esse sistema pega o seu estilo de dirigir e o salva na nuvem, como uma inteligência artificial. Dessa forma, você pode enfrentar seus amigos e outros jogadores do mundo sem precisar estar conectado a eles, evitando assim que jogues contra uma simples IA do jogo. Isso aumenta o desafio e torna o duelo nas pistas ainda mais empolgante. O sistema de Drivatar copia até mesmo as mancadas do jogador, não vai ser raro você ver algum carro saindo da pista ou batendo na curva. A gamertag do seu amigo ou quem quer que seja, fica logo acima do carro, logo, você saberá exatamente quem está enfrentando. O Drivatar também está disponível no Forza Horizon 3 e 4.

Compartilhamento de personalização de carros: Forza não foi o primeiro a ter a possibilidade de personalizar o seu carro, Need for Speed já fazia isso bem antes, mas nele foi possível compartilhar suas pinturas no sistema online do jogo, permitindo que outros jogadores utilizem a pintura que você criou, como também podendo votar se gostou dela ou não. Sua criatividade não está restrita só ao seu mundo, outros podem apreciá-la e utilizá-la, incentivando a criação e a disputa entre os jogadores.

Ranking online: Forza Motorsport 2 trouxe um ranking online aprimorado, onde seus recordes e desempenhos ficavam salvos num ranking da Xbox Live, e assim seus amigos e outros jogadores poderiam vê-lo, permitindo que outras pessoas desafiem os seus recordes pessoais. Isso acompanhou os jogos seguintes das séries Motorsport e Horizon, virando algo essencial na franquia. Acredito que isso não seria possível sem o ambiente online da Xbox Live, o qual permite o compartilhamento e competição entre os jogadores.

Maneiras diferentes de se conseguir recompensas: O Forzathon é um evento especial no Forza Horizon 4, com desafios diários e semanais individuais, além de desafios multiplayer que acontecem a cada hora. Eles ficam disponíveis depois que o jogador entra na lista do Horizon e são alternados a cada mudança de estação que ocorre toda quinta-feira. Nesses desafios você pode conseguir novos carros, emblemas e pinturas; um jeito diferente de conseguir recompensas. Forza Horizon também conta com o Barn Find, que são locais secretos que você deve descobrir para encontrar um dos melhores carros do jogos. Não é só vencer rivais ou atingir determinados níveis, aqui também tem maneiras diferentes de se conseguir itens, estimulando o jogador a jogar mais e vencer desafios.

No final das contas, talvez o segredo seja a simplicidade e a agregação

Clique para ver a imagem em tamanho original

Não querer ser rebuscado demais e oferecer uma boa experiência para casuais e hardcores talvez seja o grande trunfo de Forza. Boa jogabilidade, bons gráficos, jogos que abordam temáticas diferentes, pode ser o motivo da franquia ter chegado onde chegou. Soube mesclar boas experiências singleplayer e multiplayer, mantendo uma boa frequência de lançamentos, sempre com uma alguma novidade, enquanto seus concorrentes parecem estar um pouco estagnados e não conseguem acompanhar a demanda dos amantes dos jogos de corrida. Existem simuladores mais técnicos, como Assetto Corsa, mas Forza conquistou o seu lugar nesse meio e é praticamente dominante no campo dos arcades. Os fãs esperam que a franquia mantenha a mesma pegada, e que os futuros Forza Motorsport 8 e Forza Horizon 5 arrebentem a boca do balão na próxima geração. Eu também espero.

E assim termino o meu tributo à santa trindade do Xbox. Caso não tenham visto, acompanhem aqui os artigos que fiz sobre Halo e Gears of War. Considero essas franquias grandes demais, e por isso fiz esses artigos especiais para ressaltar a importância que elas têm para a indústria. Não esqueçam de deixar suas impressões sobre o artigo e, caso discordem, o façam de maneira amigável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *