Clube do Paraná conversa com Cruzeiro sobre Thiago e revela consultas de Espanha e Alemanha

Compartilhe

Dono de 30% dos direitos econômicos do atacante Thiago, o Verê Futebol Clube-PR intensificou as conversas com a diretoria do Cruzeiro nos últimos dias. O motivo é o assédio do mercado europeu no jovem de 19 anos. A revelação foi feita pelo presidente da equipe paranaense, Juliano Cagnini, em contato com o Superesportes. 

“Somos um clube formador. A gente sabe que o Thiago vive um grande momento, apesar da pandemia, e que o Cruzeiro vende muito. Nos últimos dez dias, principalmente, tenho conversado com o Deivid (diretor técnico) e com o Ricardo (Drubscky, diretor de futebol). Chegaram pelo menos quatro consultas pelo Thiago”, revelou Cagnini.

Questionado sobre os interessados, o presidente preferiu não revelar nomes, mas garantiu que equipes da Espanha e da Alemanha realizaram consultas nos últimos dias. “Converso com o Thiago quase todos os dias. Ele é muito focado, sabe o que quer. Está muito contente com o momento que está vivendo. Ele é muito promissor, vocês (jornalistas) acompanham e sabem disso. Não sei quando, mas tenho certeza que o destino dele será Europa”, projetou.

O Cruzeiro não comenta negociações que não estejam concretizadas, mas, internamente, coloca o atacante entre os jogadores assediados que poderão render boa quantia no futuro próximo – nessa lista ainda estão Cacá, Pedro Bicalho, Maurício e Jadsom, especialmente. Thiago disputou apenas cinco partidas pelo profissional da Raposa, todas no primeiro trimestre deste ano. Ele marcou dois gols.

A compra de 70% dos direitos econômicos de Thiago por R$ 600 mil, quantia quitada em fevereiro, foi um dos poucos investimentos feitos pelo Cruzeiro nesta temporada. Em crise financeira, a Raposa apostou no sucesso do jogador para colher os frutos no futuro. Atualmente, ele é considerado o primeiro reserva de ataque da equipe, que tem Marcelo Moreno como titular absoluto. Roberson, Judivan e Vinícius Popó completam a lista de opções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *