Igreja evangélica nos EUA doa US $ 1.000 a cada membro do departamento de polícia local

Compartilhe

Nós da Lighthouse acreditamos que basta”, disse o pastor Cleek

Centenas compareceram a uma cerimônia do Dia da Independência organizada por uma igreja  em Jonesborough,  Tennessee ,  homenageando o departamento de polícia local após protestos para desfazer e, em alguns casos, abolir completamente a aplicação da lei.

A Igreja Batista Missionária do Farol fez uma “ousada declaração de apoio” dando US $ 1.000 a todos os membros do departamento de polícia da cidade, totalizando US $ 23.000, informa o The Christian Post 

.Nós do Lighthouse acreditamos que basta”, disse o pastor Perry Cleek em sua decisão de apoiar a aplicação da lei nos degraus do tribunal no centro de Jonesborough, em 4 de julho.

Já passou da hora da maioria silenciosa dos americanos que não aprovam a ilegalidade e a anarquia nas ruas, que não apóiam nenhum movimento que exija o assassinato de policiais, que estão dispostos a condenar aqueles que saquiam, vandalizam e destroem ambos. propriedade pública e privada, para permanecer alto e firme e deixar nossa voz ser ouvida “, acrescentou o pastor batista.

O chefe de polícia Ron Street e seus funcionários foram homenageados pelo pastor.

“Tenho toda a confiança no chefe Ron Street, de que ele nunca toleraria um policial abusivo, racista e não profissional”, disse Cleek.

Jonesborough, Tennessee, policiais foram homenageados durante a cerimônia do Dia da Independência no Washington County Court House em 4 de julho de 2020. 
(Fotografia em Cheryl Grey, Blountville, TN)

“Chief Street e todo o pessoal do Departamento de Polícia de Jonesborough, você tem nosso apreço, nosso incentivo, nosso apoio”, acrescentou. “E nossa igreja quer mostrar isso com mais do que palavras”.

O pastor entregou US $ 1.000 em cheques a todos os funcionários do Departamento de Segurança Pública de Jonesborough.

“Nós apreciamos muito o apoio do cidadão e da igreja”, disse Street à Fox News. “Com tudo o que está acontecendo no país, o financiamento e tudo mais, é bom ter seus cidadãos atrás de você e apoiar o trabalho que fazemos na comunidade aqui. Descobrimos o oposto disso, fomos apoiados”.

A morte de George Floyd, relacionada à polícia, em 25 de maio, provocou pedidos de investigação de departamentos policiais em todo o país.

O pastor Perry Cleek fotografado com o policial de Jonesborough, o major Jamie Aistrop e sua família durante a cerimônia do Dia da Independência em homenagem à aplicação da lei no Tribunal do Condado de Washington em 4 de julho de 2020. 
(Cheryl Gray Photography, Blountville, TN)

No domingo, durante seu sermão, Cleek observou que a morte de Floyd “trouxe um raro momento de unidade nacional” chamando-a de “errada” e dizendo “que nunca deveria ter acontecido e os responsáveis ​​por isso deveriam enfrentar toda a justiça da lei”.

Ele acrescentou: “Pena que foi aproveitado por aqueles que nunca parecem perder a oportunidade de criticar e tentar prejudicar a América”.

O pastor apontou para uma passagem de Romanos como resposta aos eventos recentes: “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *