Explosão na capital do Líbano foi tão poderosa que foi sentido a 240 km do Chipre

Compartilhe

9 min atrás

A explosão danificou o palácio presidencial, informa a mídia estatal

A explosão que abalou Beirute na terça-feira causou danos consideráveis ​​ao Palácio Baabda, a residência oficial do presidente libanês, segundo a mídia estatal libanesa.

A explosão destruiu as janelas dos corredores, entradas e salões, informou a agência de notícias estatal libanesa NNA na terça-feira. “Portas e janelas em várias das alas do palácio foram deslocadas”, informou o jornal.

“Ninguém ficou ferido”, informou a NNA

20 min atrás

Pelo menos 400 pessoas feridas em explosão levadas para hospital da região, diz enfermeira

Cerca de 400 feridos foram levados para a unidade de emergência do hospital Hotel Dieu, após uma explosão ter atingido Beirute na terça-feira, disse à CNN uma enfermeira registrada de plantão na unidade. 

A gravidade das lesões não ficou imediatamente clara.

A explosão que atingiu Beirute na tarde de terça-feira foi sentida na ilha vizinha de Chipre, a cerca de 240 quilômetros do Líbano, de acordo com o Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo (EMSC).“Recebemos uma série de relatórios de Chipre que parecem relacionados a essa explosão, relatando ruídos e janelas barulhentas”, twittou a EMSC. 

Vários usuários de mídia social também escreveram no Twitter que sentiram a explosão em suas casas no Chipre.  

A explosão foi sentida a 150 milhas do Líbano

“A explosão foi sentida em Limassol, Chipre, nossas janelas tremeram (sic)”, twittou Elias Mavrokefalos. “Eu verifiquei se estávamos sendo bombardeados”, twittou outro morador de Limassol. Outra pessoa disse que também ouviu a explosão e sentiu um “tremor leve” na cidade de Nicósia. 

O ministro das Relações Exteriores de Chipre, Nikos Christodoulides, também twittou que está em “comunicação com o governo libanês e informou da prontidão imediata de Chipre em ajudar o Líbano”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *