Encontro do Hamas e Erdogan irrita os EUA

Compartilhe

O presidente turco recebeu em Istambul uma delegação do movimento palestino dias após a chegada do secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, a Israel.

A Casa Branca criticou nesta terça-feira (25) a reunião do presidente turco, Erdogan, com dois líderes do movimento palestino Hamas, considerado pelos Estados Unidos como organização terrorista.

Em um comunicado divulgado pelo Gabinete do Porta-Voz da Secretaria do Estado dos Estados Unidos, afirma que Washington “se opõe energicamente” à reunião em que um de seus participantes é procurado pelas autoridades norte-americanas por “sua participação em diversos ataques terroristas, roubos e sequestros”.

A contínua aproximação do presidente Erdogan a esta organização terrorista somente serve para isolar a Turquia da comunidade internacional, prejudica os interesses do povo palestino e mina os esforços globais para prevenir ataques terroristas lançados de Gaza”, salienta o texto.

A delegação do Hamas foi liderada pelo chefe do bureau político do movimento, Ismail Haniyeh. Também esteve presente o diretor da Organização Nacional de Inteligência da Turquia, Haja Fidan, indica o site da Presidência da Turquia sem oferecer mais detalhes.

Os Estados Unidos e a Turquia, antes fortes aliados no Oriente Médio, têm observado crescente tensões em suas relações. Istambul tem criticado fortemente a estratégia liderada pelos Estados Unidos para alcançar a paz entre Palestina e Israel, assim como a aproximação de países como Emirados Árabes Unidos ao Estado judeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *