Cientistas desenvolvem uma bateria nuclear “eterna” carregar o celular será coisa do passado

Compartilhe

A empresa NDB, com sede na Califórnia, afirma ter criado uma bateria que funciona 28.000 anos sem a necessidade de carregá-la. De acordo com especialistas, as baterias Nanodiamond atuam como pequenos geradores de energia nuclear .

bateria “nuclear” é um núcleo radioativo de lixo nuclear reciclado , uma fonte de isótopos, que é revestido com um diamante sintético. Os isótopos interagem entre si e isso converte a energia em corrente elétrica.

Como uma substância radioativa é capaz de desaparecer por vários milhares de anos, a vida útil dessa bateria excede todos os tempos de operação possíveis do equipamento.

Os cientistas afirmam que essas fontes são inofensivas para os humanos e o meio ambiente. Os níveis de radiação desta bateria serão mais baixos do que os níveis de radiação produzidos pelo próprio corpo humano.

O que torna o NDB único são as nanoestruturas integradas que aumentam ainda mais a potência e a eficiência, permitindo que o NDB seja capaz de alimentar dispositivos do dia-a-dia, como smartphones e casas inteligentes.

De acordo com o  NDB , sua tecnologia permitirá a realização de um produto final de qualquer formato ou padrão, até mesmo a partir das mais comuns baterias AA e baterias de carros elétricos

Os representantes da empresa garantem que seu produto final terá um preço, em alguns casos, ainda mais barato do que as baterias de lítio existentes. É que os fornecedores de lixo nuclear pagarão mais ao NDB para coletar seus materiais perigosos usados.

Estima-se que uma versão comercial de baixa potência chegue ao mercado em menos de dois anos, e a versão de alta potência está programada para ser lançada em 2025.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *