Região central de Porto Alegre registra grande número de pessoas nesta sexta

Compartilhe

A presença de clientes no comércio da avenida Assis Brasil, Centro Histórico e no bairro Azenha, em Porto Alegre, foi bem acentuada nesta sexta-feira. Bancos, lotéricas e supermercados foram os locais de maior movimentação. Nestes locais, foram registradas filas de clientes sempre com supervisão de funcionários que informavam a todo o momento sobre o uso da máscara e do álcool em gel. Tanto nos bairros quanto nos terminais de ônibus, agentes da EPTC realizam ações educativas para alertar sobre a pandemia do coronavírus.

As ações nos terminais de ônibus tratam sobre o uso da máscara e a distância na fila na hora do embarque. A rua Voluntários da Pátria, segue sendo um dos locais que chama a atenção pelas aglomerações, principalmente entre a Praça Parobé, ao lado Mercado Público.

Na manhã de hoje, muita gente circulava em direção ao Centro Popular de Compras, o POP Center, localizado na Voluntários da Pátria. Nos terminais da Praça Parobé, ao lado do Mercado Publico, da rua Uruguai, e da avenida Salgado Filho, a movimentação de passageiros aumentou nos últimos dias. No terminal Parobé, um dos mais movimentados da cidade, as pessoas que embarcam nos coletivos tomam alguns cuidados, como o uso do álcool em gel, da máscara e o distanciamento na fila. 

Segundo a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), desde o início da pandemia do coronavírus, as empresas passaram a adotar medidas mais rigorosas de higienização. No desembarque dos passageiros, uma equipe entra nos ônibus para fazer a limpeza interna dos coletivos durante o intervalo das viagens.

Os ônibus circulam com janelas abertas e com um número máximo de 10 passageiros em pé, conforme decreto municipal. Além do uso da máscara, os passageiros estão sendo orientados a manter distância nos locais de embarque, e aconselhados a optar pelo pagamento com o Cartão Tri, por este ser de uso pessoal, ao contrário do dinheiro que passa por diversas mãos, aumentando a chance de contágio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *