Internacional empata com o Palmeiras e segue na liderança do Brasileirão

Compartilhe

Com o resultado, o Inter vai a 16 pontos e mantém seis de vantagem para o Palmeiras. O próximo compromisso colorado será no domingo, às 16h, diante do Bahia no Beira-Rio.

Eduardo Coudet surpreendeu na escalação no Allianz Parque. Sem poder contar com dez jogadores do elenco, que sequer foram a São Paulo, o treinador argentino optou por deixar no banco nomes como Boschilia, Thiago Galhardo, Edenilson, Saravia e D’Alessandro. O Inter foi a campo tendo do meio para frente um time repleto de jovens e com apenas Patrick dos considerados titulares. Os garotos Johnny, Nonato e Sarrafiore, por exemplo, fizeram suas estreias no Brasileirão.

Eduardo Coudet surpreendeu na escalação no Allianz Parque. Sem poder contar com dez jogadores do elenco, que sequer foram a São Paulo, o treinador argentino optou por deixar no banco nomes como Boschilia, Thiago Galhardo, Edenilson, Saravia e D’Alessandro. O Inter foi a campo tendo do meio para frente um time repleto de jovens e com apenas Patrick dos considerados titulares. Os garotos Johnny, Nonato e Sarrafiore, por exemplo, fizeram suas estreias no Brasileirão.

Sem ter acertado o gol de Weverton, o Inter finalizou cinco vezes no primeiro tempo. A mais perigosa foi a sua primeira no jogo, aos 13, quando Patrick tentou de bicicleta após cobrança de escanteio e mandou raspando a trave. Mandante, o Palmeiras teve apenas um chute a gol antes do intervalo. Aos 32, o lateral uruguaio Matías Viña arriscou de fora da área e mandou por cima em um chute perigoso.

Ainda que tenha surpreendido ao fazer um jogo equilibrado com o Palmeiras com tantos garotos no time, faltou ao Inter um maior poder ofensivo no primeiro tempo. Marcos Guilherme e Sarrafiore tentaram, mas tiveram pouco sucesso diante da defesa paulista. 

Mesmo com a boa atuação na primeira etapa, Praxedes foi o escolhido por Coudet para deixar o time para a entrada de Edenilson na volta do intervalo. No Palmeiras, Luxemburgo mandou a campo o atacante Rony no lugar do meio-campista Gabriel Menino.

O Palmeiras começou o segundo tempo tentando pressionar, principalmente com as investidas de Rony, mas o Inter conseguiu manter o equilíbrio do jogo nos primeiros minutos. Aos 13, Coudet mandou mais dois titulares para o jogo. Thiago Galhardo e Boschilia entraram nos lugares de Marcos Guilherme e Patrick.

Luxemburgo também usou seu banco, que tinha jogadores de bastante qualidade. O volante Ramires, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o atacante Willian foram chamados antes dos 30 minutos. Mas foi o Inter que ameaçou. Boschilia bateu falta fechada do lado direito e quase enganou Weverton. O lance ainda foi avaliado pelo VAR, que confirmou que a bola não havia passado a linha. 

O jogo equilibrado e de poucas chances deixou a emoção para o final. Aos 42, o zagueiro Luan tentou cortar um cruzamento e acertou o braço na bola. O VAR novamente entrou em ação e ajudou Wilton Pereira Sampaio a marcar o pênalti, que o artilheiro Thiago Galhardo converteu já aos 46 minutos. Quando a vitória parecia certa, faltou atenção para o Inter, que permitiu um ataque rápido do Palmeiras e justamente o ex-colorado Luiz Adriano empatou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *