Explosão de um gasoduto em uma mesquita em Bangladesh deixa dezenas de mortos e feridos

Compartilhe

Pelo menos 13 fiéis mortos durante as orações da noite de sexta-feira, quando uma explosão lançou chamas pela mesquita.

A explosão de um gasoduto perto de uma mesquita em Bangladesh matou 13 pessoas e feriu 30 quando os fiéis estavam prestes a encerrar suas orações, disseram autoridades no sábado.

A explosão, que os bombeiros suspeitam ter sido causada pelo vazamento do oleoduto, ocorreu na sexta-feira à noite em uma mesquita no distrito de Narayanganj, nos arredores da capital, Dhaka.

Dezenas foram levados às pressas para o hospital estatal especializado em queimaduras e cirurgia plástica de Dhaka, a maioria com queimaduras graves.

Treze pessoas, incluindo uma criança de sete anos, morreram após sofrerem queimaduras, disse Samanta Lal Sen, coordenadora da unidade de queimados.

O número de mortos pode aumentar ainda mais, já que muitos deles estão em estado crítico, disse ele.

Os bombeiros disseram que o gás que se acumulou na mesquita depois que vazamentos de gasodutos provavelmente causou as explosões.

“Suspeitamos principalmente que o gás vazou do gasoduto e se acumulou dentro da mesquita desde que as janelas foram fechadas. Quando o ar condicionado foi ligado, devido a faíscas, o gás pode ter explodido”, disse Abdullah Al Arefin, um oficial sênior do corpo de bombeiros.

Todos os seis aparelhos de ar condicionado da mesquita explodiram durante o incidente, disse ele.

As autoridades iniciaram uma investigação sobre a explosão.

Em Bangladesh, os regulamentos de segurança são freqüentemente desrespeitados na construção. Centenas são mortas a cada ano em incêndios na nação de 168 milhões de pessoas.

Em fevereiro do ano passado, um inferno nos antigos bairros de Dhaka matou 78 pessoas. Um mês depois, 25 pessoas morreram quando um incêndio envolveu um prédio comercial na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *