Sementes misteriosas: Amazon proíbe vendas de plantas estrangeiras nos EUA

Compartilhe

A Amazon diz que proibiu as vendas externas de sementes nos Estados Unidos depois que milhares de americanos receberam pacotes não solicitados de sementes pelo correio, a maioria da China.

O gigante do varejo online disse a rede de notícias BBC que agora só permitirá a venda de sementes por vendedores localizados nos Estados Unidos.

Autoridades americanas disseram que os jardineiros não devem plantar sementes de origem desconhecida.

Acredita-se que os pacotes sejam parte de um esquema global de “escovação” para obter críticas positivas para sites de venda online.

As novas diretrizes da Amazon, em vigor desde 3 de setembro, também proíbem a venda de sementes dentro da América por residentes não americanos. Acrescentou que os vendedores podem ser banidos se não seguirem as novas diretrizes.

Mas a varejista não confirmou se sua proibição se estenderá a outros países.

A notícia da mudança de política foi relatada pela primeira vez pelo Wall Street Journal.

Pelo menos 14 espécies de plantas foram identificadas entre os pacotes misteriosos, incluindo menta, lavanda e rosas.

Pacotes de sementes não solicitados também estão sendo relatados em outros países, incluindo o Reino Unido. No mês passado, as autoridades escocesas aconselharam as pessoas a não manusear as sementes , por medo de que pudessem danificar os ecossistemas locais.

Em uma atualização em 11 de agosto, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) disse que os especialistas que analisam as sementes encontraram poucos problemas com elas e que a China estava ajudando nas investigações.

Mas o USDA alertou as pessoas contra o plantio das sementes, dizendo que elas poderiam ser espécies não nativas ou transmitir pragas e doenças.

Os chamados golpes de “escovação” envolvem vendedores que enviam itens de baixo valor, como sementes ou anéis. Cada “venda” falsa gera uma avaliação online que parece aumentar a legitimidade do vendedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *