Dólar segue em baixa nesta sexta feira

Compartilhe

O dólar era pressionado em relação ao real nesta sexta-feira, acompanhando um movimento global de leve apetite por risco em meio à recuperação das ações de tecnologia norte-americanas, enquanto os investidores locais digeriam algumas evidências de recuperação da economia brasileira diante da crise do coronavírus, mas ainda de olho na inflação.

Às 10:43, o dólar recuava 0,88%, a 5,2733 reais na venda, enquanto o dólar futuro negociado na B3 caía 0,75%, a 5,2855 reais.

A valorização do real estava em linha com o movimento de outras moedas consideradas arriscadas, como peso mexicano, rand sul-africano e dólar australiano, tendência que vários analistas associavam à melhora no ânimo dos mercados diante da recuperação em Wall Street depois de um tombo recente.

Nesta sexta-feira, os índices de ações dos Estados Unidos abriram em alta, assim como as ações europeias, em meio à fé de que as empresas relacionadas a tecnologia estão emergindo mais fortes da crise do coronavírus.

Enquanto isso, no cenário doméstico, as atenções continuavam sobre a alta dos preços de alimentos, com a inflação sendo atribuída, entre outros fatores, ao patamar elevado da moeda norte-americana contra o real.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na quinta-feira que avalizou uma decisão da Secretaria de Defesa do Consumidor (Senacon) de abrir apuração para verificar se há irregularidades no preço do arroz e outros alimentos, mas reiterou que não vai interferir no mercado a fim de reduzir o valor do insumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *