Israel fará quarentena por 3 semanas para conter nova onda do CoronaVírus

Compartilhe

O primeiro-ministro de IsraelBenjamin Netanyahu, anunciou neste domingo (13) que o país fará um novo confinamento, com duração de três semanas, para conter a segunda onda do novo coronavírus. A medida entra em vigor no próximo fim de semana.

A taxa de infecções em Israel voltou a subir nas últimas semanas. O país tem 9 milhões de habitantes e registrou 153.759 casos confirmados e 1.108 mortes pela doença até este domingo (13), segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

As regras do novo confinamento exigem que os israelenses não se afastem por mais de 500 metros de casa. As reuniões devem se limitar a 10 pessoas em ambientes fechados e, no máximo, 20 pessoas em ambientes abertos.

“O governo decidiu hoje aplicar um confinamento estrito de três semanas, com a opção de prorrogar a medida”, declarou o primeiro-ministro de Israel. O país se torna a primeira economia desenvolvida a tomar tal medida para conter uma segunda onda de infecções.

O governo ainda deve dar detalhes sobre a realização de cerimônias religiosas. Permanecem abertos mercados, farmácias e o aeroporto internacional de Tel Aviv. Já escolas e shoppings serão fechados.

Eu sei que essas medidas vão cobrar um preço alto para todos nós”, disse Netanyahu em um discurso na televisão. “Este não é o tipo de feriado a que estamos acostumados. E certamente não poderemos comemorar com nossos parentes.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *