Auxílio deixa de ser pago a quase 3 milhões de beneficiários do Bolsa Família

Compartilhe

16,3 milhões de pessoas receberão as quatro parcelas de R$ 300; cinco parcelas anteriores de R$ 600 foram pagas para 19,2 milhões de pessoas

O pagamento do lote residual do Auxílio Emergencial, que são as quatro parcelas de R$ 300 restantes, começou nesta quinta-feira (17) para os beneficiários do Bolsa Família. O total pago é de R$ 4,3 bilhões para 16,3 milhões de pessoas. Isso significa redução de quase 3 milhões de beneficiários nesses novos lotes de pagamento. As cinco parcelas anteriores de R$ 600 foram pagas para 19,2 milhões de pessoas.

A redução no número de beneficiários se deve à queda pela metade do valor da parcela do Auxílio Emergencial. Se o valor do Bolsa Família for igual ou maior que R$ 300, o beneficiário receberá o valor do Bolsa.

O cálculo do valor do benefício para os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família é feito por família: o auxílio emergencial residual será a diferença entre a soma dos R$ 300 recebidos por cada beneficiário da família (ou R$ 600 no caso de mulher chefe de família) e o valor que a família habitualmente recebe como Bolsa Família. Se o valor do Bolsa for maior, a família receberá apenas este.

O pagamento do benefício obedece ao calendário habitual do Bolsa, que segue até 30 de setembro. Os primeiros a receber são os beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) final 1. Serão 1,6 milhão de beneficiários nesta quinta, que irão receber R$ 428,6 milhões.

Quem recebeu depois de abril terá menos parcelas

Os trabalhadores aprovados no Auxílio Emergencial que receberam a primeira parcela do benefício após abril terão direito a menos parcelas da extensão da ajuda, de R$ 300 – e podem até ficar sem nenhuma. O benefício será pago até o final de dezembro, independente do número de parcelas.

Apenas os trabalhadores que receberam em abril a primeira parcela do benefício original, de R$ 600, terão direito a todas as quatro parcelas – que seriam em setembro, outubro, novembro e dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *