Polarização na política: enquetes da Câmara tem 98% de votos em extremos

Compartilhe

A polarização de opiniões na política brasileira, vista entre grupos de amigos, na família e em mesas de bar, está presente também nas enquetes feitas na Câmara dos Deputados. Levantamento do Poder360 com as 20 proposições que mais receberam votos nas respectivas enquetes mostra que os votos nos extremos somam 98% em média.

É assim: desde dezembro de 2018, todo projeto que entra no sistema da Câmara ganha automaticamente uma enquete. Esta tem 5 gradações de respostas possíveis:“Concordo totalmente”, “concordo na maior parte”, “estou indeciso”, “discordo na maior parte” e “discordo totalmente”. 

Segundo a Casa, esse artifício visa justamente evitar a polarização nos temas caso só existissem as opções “sim” e “não”. Só é permitido 1 voto por cadastro –mas não há controle sobre como as pessoas se cadastram ou se, em alguns casos, alguém faz o registro mais de uma vez com e-mail diferente.

Há 414 mil enquetes registradas na plataforma. As 20 que chamaram mais a atenção da população somam 1,5 milhão de votos até 23 de setembro. Destes, 2/3 são em projetos apresentados pelo governo ou pelo PSL, antigo partido do presidente Jair Bolsonaro. Nesses casos, os votos nos extremos chegam a 99%.

Controvérsia polariza mais

Há textos entre os mais votados classificando grupos antifascistas como terroristas (PL 3.019 de 2020), que pretendem determinar o gênero dos brasileiros (PL 2.578 de 2020) ou criminalizando jogos eletrônicos violentos (PL 1.577 de 2019).

O projeto de autoria dos deputados Filipe Barros (PSL-PR) e Major Fabiana (PSL-RJ) teve 97.042 mil votos. Ele quer determinar “que tanto o sexo biológico como as características sexuais primárias e cromossômicas definem o gênero do indivíduo no Brasil”. O total de votos nos extremos nesse caso é de 99%. Eis como os votos se dividiram:

As ideias de mudança que têm o maior grau de polarização são a autorização para que os presidentes da Câmara e do Senado se reelejam e a de acabar com a possibilidade de aborto legal em caso de estupro. Essas têm quase 100% dos votos nos extremos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *