iceberg gigante A68a na ilha do Atlântico sul se quebra em grandes fragmentos

Compartilhe

O iceberg gigante que está à deriva no Atlântico Sul parece ter sofrido uma grande ruptura.

As últimas imagens de satélite de terça-feira revelam grandes fissuras no iceberg tabular conhecido como A68a, com enormes blocos de gelo começando a se separar e se afastar uns dos outros.

O A68a, que nasceu da Antártica em 2017, está flutuando na costa da ilha da Geórgia do Sul.

Os especialistas estão observando para ver se ele pode aterrar em águas rasas.

Se isso acontecer – e partes do iceberg ainda podem -, pode causar problemas para os pinguins e focas do Território Britânico Ultramarino, enquanto procuram peixes e krill.

A imagem no topo desta página vem da nave espacial com radar Sentinel-1 da UE. Foi adquirido às 07:17 GMT na terça-feira.

Embora as rachaduras tenham sido muito pronunciadas na segunda-feira, eles ainda não haviam cortado o A68a.

“Quase três anos e meio desde que partiu da plataforma de gelo Larsen C, o Iceberg A68a – o quarto maior já registrado – está finalmente começando a se desintegrar”, observou Adrian Luckman, da Swansea University, Reino Unido.

“Além de ser um dos maiores icebergs já registrados, o A68 também deve ser um dos mais vigiados.

“Além de ser um dos maiores icebergs já registrados, o A68 também deve ser um dos mais vigiados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *