Confira o que abre e fecha na cidade de SP na virada do ano

Compartilhe

Alguns serviços municipais tiveram alteração no horário de funcionamento a partir desta quinta (31) para as festividades

Neste fim de ano, alguns equipamentos municipais tiveram alterações no horário de funcionamento. O rodízio municipal de veículos continua valendo normalmente, inclusive no mês de janeiro. A medida segue as recomendações das autoridades de saúde do município para conter o avanço da covid-19. A restrição de circulação de carros só não é válida em feriados, entre eles o dia 1º de janeiro (Confraternização Universal) e aos finais de semana. 

Está valendo também o rodízio para caminhões e as demais restrições: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões e a Zona de Máxima Restrição ao Fretamento.

Serviços municipais

As feiras-livres funcionam normalmente (exceto dia 1º). Já os mercados e sacolões da cidade de São Paulo terão horário de funcionamento alterado de acordo com a unidade.

As praças de atendimento das Prefeituras Regionais não abrem.

Na Assistência Social, ficam abertos ao público o Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes, Serviço Especializado em Abordagem Social, centros de acolhida, Serviço de Proteção e Atendimento a Situações de Calamidades Públicas e Emergências, núcleos de Convivência Pop Rua, repúblicas, Casa Lar, Instituição de Longa Permanência para Idoso e residência inclusiva.

Os demais serviços como Centro de Referência de Assistência Social, Centro para Crianças e Adolescentes, Centro de Defesa e de Convivência da Mulher, restaurante e circo escola ficam fechados.

No dia 31, a varrição de ruas e a coleta de lixo domiciliar ocorrem das 7h às 19h e os ecopontos abrem das 6h às 19h. Já no dia 1º, varrição e coleta serão feitas das 22h às 5h e os ecopontos não abrem.

O Centro de Atendimento da Fazenda, localizado na Praça do Patriarca, nº 69, fica fechado. As atividades serão retomadas, com horários agendados, a partir de segunda-feira (4), das 10h às 16h.

Centros esportivos e parques

A alteração no horário de funcionamento dos Centros Esportivos segue o Plano São Paulo, que determinou o retorno do Estado para a fase vermelha da quarentena nos dias 1º, 2 e 3 de janeiro. Fica proibido o funcionamento de centros de ginástica, academias e a prática de modalidades esportivas. 

Os parques municipais ficam fechados ao público nos dias 1º, 2 e 3 e no dia 31/12 fecham três horas mais cedo. Na segunda-feira (4) os parques Casa Modernista, Guarapiranga e Jardim da Luz permanecerão fechados.

Cultura e Direitos Humanos

Os equipamentos administrados pela Secretaria Municipal de Cultura só voltam a atender normalmente a partir de 11 de janeiro.

O Centro de Referência de Promoção da Igualdade Racial da Cidade Tiradentes, na zona leste, fecha nos dias 31 e 1º. Os demais Centros de Referência das regiões oeste e sul estarão fechados.

O CRAI (Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes (CRAI) fica fechado nos dias 31 e 1º, assim como os quatro Centros de Cidadania LGBTI.

Com relação aos serviços destinados às mulheres vítimas de violência, estão abertos na véspera de Ano Novo: Casa da Mulher Brasileira e os Centros de Referência de Capão Redondo e de Brasilândia. Fecham nos dias 31 e 1º os Centros de Cidadania da Mulher de Parelheiros, Itaquera, Perus, Santo Amaro e Capela do Socorro, assim como os CRMs Casa Eliane de Grammont e 25 de Março. O Posto Avançado de Apoio à Mulher, na estação Santa Cecília do Metrô, não atende nos dias 31 e 1º.

A Divisão de Localização Familiar e Desaparecidos da rua Mauá fica fechada, mas atende pelo WhatsApp (11) 97549-9770.

Em casos de violação de direitos de crianças e adolescentes, os conselhos tutelares de cada região do município podem ser acionados por meio de plantão telefônico.

Educação

As Unidades Educacionais estão fechadas desde 23 de dezembro e permanecem assim até 4 de janeiro. Os CEUs (Centros Educacionais Unificados) ficam fechados nos dias 31 e 1°. Nas demais datas funcionam das 9h às 17h.

O Descomplica SP, implantado nas praças de atendimento das Subprefeituras Butantã, Campo Limpo, Capela do Socorro, Jabaquara, Penha, Santana, São Mateus e São Miguel Paulista, a rede de 130 Telecentros e as 13 unidades dos laboratórios de fabricação digital Fab Lab Livre SP fecham nos dias 31 e 1º.

Os espaços de trabalho colaborativo para empreendedores (TEIA – coworking) ficam fechados nos dias 31 e 1º.

Saúde e hospitais veterinários

Hospitais, prontos-socorros, AMAs (Assistências Médicas Ambulatoriais) 24h e as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) funcionam o dia todo, de forma ininterrupta. As unidades AMA 12h e AMA/UBS Integradas, com atendimento de segunda a sábado, atendem das 7h às 19h. 

As UBSs (Unidades Básicas de Saúde), os Ambulatórios de Especialidades e a Rede Municipal Especializada em Infecções Sexualmente Transmissíveis, estarão fechadas. Já as AMA Especialidades, Ambulatórios de Especialidade e os Hospitais Dia, não atenderão nos dias 31 e 1º, mas vão abrir no sábado (2).

Os Centros de Atenção Psicossocial III (CAPS III) que atendem 24h funcionam apenas com demandas internas e não estarão abertos ao público. Já o CAPS AD IV Redenção estará aberto durante o fim de ano.

As Unidades de Vigilância em Saúde fecham nos dias 31 e 1º de janeiro.

Os hospitais veterinários das zonas norte, leste e sul da capital abrem para atendimentos de urgência no dia 31, das 7h às 12h. Na segunda-feira (4), o atendimento será retomado seguindo as regras de atendimento prioritário de urgências e emergências e limitação de acesso a apenas um munícipe por animal.

Trabalho

As 25 unidades do CATE (Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo) não abrem nos dias 31 e 1º e só vão retomar as atividades na segunda (4) das 10h às 16h. Os postos realizam a habilitação do seguro-desemprego e formalização para o MEI (Microempreendedor Individual), mas o atendimento deve ser agendado pela Central 156 ou pelo portal. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *