Impeachment de Bolsonaro fica de fora de negociação de Baleia com a oposição

Compartilhe

O impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ficou de fora da negociação entre o bloco de oposição e o candidato a presidente da Câmara do MDB, Baleia Rossi (SP).

Na reunião da bancada na última terça-feira (29 de dezembro), a análise de pedidos de impeachment foi colocada como condição essencial para que o PT apoiasse Baleia. O deputado do MDB, contudo, refutou essa possibilidade nas conversas que teve e a tratou apenas de modo genérico.

Tanto que o termo impeachment sequer constou na carta que foi divulgada nesta segunda-feira (4) assinada por todos os líderes da oposição.

Nela, a menção mais próxima a ele é a condição de Baleia analisar “inclusive a análise e resposta institucional sobre crimes, por ação ou omissão, que afetem a vida do povo, imputados a autoridades do Poder Executivo”.

O PT decidiu apoiar Baleia por 28 votos a 23, o que sinaliza que o partido marchará dividido para a disputa. Os 23 votos foram pela candidatura própria, mas dentro desse grupo, segundo petistas, há um número considerável de petistas que preferem votar em Arthur Lira (PP-AL).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *