Formação de ciclone deixa em alerta parte da Região Sul do Brasil

Compartilhe

Os últimos dias não têm sido fáceis para a Região Sul. As chuvas persistentes e volumosas vem provocando transtornos através de alagamentos, transbordamentos de córregos e deslizamentos de terra, que no último domingo (24), resultaram na morte de duas pessoas em Florianópolis.

Para esta semana, a atuação de um sistema de baixa pressão, associado à formação de um ciclone extratropical, entre a terça (26) e a quarta-feira (27) deixam em alerta o estado do Rio Grande do Sul, o Uruguai e parte da Argentina. A seguir, confira os detalhes para os próximos dias.

Alertas e destaques para a segunda-feira

Nesta segunda-feira (25), a persistência de um região de cavado na Região Sul, mantém o tempo instável em boa parte do Centro-Sul. Pela manhã há a possibilidade de chuvas de moderada a forte intensidade no noroeste do Rio Grande do Sul, no oeste de Santa Catarina, no oeste e sudoeste do Paraná. Nas demais áreas do norte gaúcho e dos demais estados do Sul, há chance de chuvas isoladas. Mesma condição é prevista para o norte do Mato Grosso do Sul e para o estado de São Paulo.Semana ainda com previsão de chuvas volumosas para a Região Sul, com maiores acumulados previstos para o estado do Rio Grande do Sul, onde podem atingir os 200 mm nas próximas 72 horas na região de fronteira com o Uruguai.

No período da tarde, instabilidades se desenvolvem e distribuem chuvas de moderada a forte intensidade para mais áreas, levando potencial de novos episódios de alagamentos e, principalmente de deslizamentos de terra, na metade norte e leste do Rio Grande do Sul, nos estados de Santa Catarina, do Paraná e de São Paulo. No restante do Sudeste, no Mato Grosso do Sul e no Mato Grosso, as chuvas ocorrem na forma de pancadas isoladas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *