segunda lua da Terra se aproximará do planeta na próxima semana, antes de partir para o espaço, para nunca mais ser vista.

Compartilhe

“Que segunda lua”, você pergunta? Os astrônomos o chamam de 2020 SO – um pequeno objeto que caiu na órbita da Terra a meio caminho entre o nosso planeta e a lua em setembro de 2020.

Satélites temporários como esses são conhecidos como minimoons, embora chamá-lo de lua seja um pouco enganoso neste caso; em dezembro de 2020, pesquisadores da NASA descobriram que o objeto não é uma rocha espacial, mas sim os restos de um foguete impulsionador dos anos 1960 envolvido nas missões lunares American Surveyor.

Este minimoon não lunar fez sua aproximação mais próxima da Terra em 1º de dezembro (um dia antes da NASA identificá-lo como o impulsionador há muito perdido), mas está voltando para mais uma volta de vitória, de acordo com EarthSky.org .

O Minimoon 2020 SO fará uma aproximação final da Terra na terça-feira (2 de fevereiro) a aproximadamente 140.000 milhas (220.000 quilômetros) da Terra, ou 58 por cento do caminho entre a Terra e a lua.

O impulsionador irá se afastar depois disso, deixando a órbita da Terra inteiramente em março de 2021, de acordo com a EarthSky. Depois disso, o antigo minimoon será apenas mais um objeto orbitando o sol. O Projeto Telescópio Virtual em Roma oferecerá uma despedida online ao objeto na noite de 1º de fevereiro.

A NASA descobriu que o objeto fez várias aproximações da Terra ao longo das décadas, chegando mesmo a chegar relativamente perto em 1966 – o ano em que a agência lançou sua sonda lunar Surveyor 2 nas costas de um foguete propulsor Centaur.

Isso deu aos cientistas a primeira grande pista de que o 2020 SO foi feito pelo homem; eles confirmaram isso depois de comparar a composição química do objeto com a de outro impulsionador de foguete, que está em órbita desde 1971.

Godspeed, minimoon 2020 SO. Nós construímos você. Nós abandonamos você. E agora, você nos abandona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *