Água vermelha invade vilarejo na Indonésia

Compartilhe

Águas vermelhas avançaram na direção do vilarejo indonésio de Jenggot após inundações terem atingido uma fábrica de batique no sábado (6)

O fenômeno ocorreu durante as chuvas intensas, comuns nesta época do ano, que provocaram inundações dos rios de Pekalongan e alagamentos. As águas invadiram uma fábrica de produtos para pigmentação de têxteis. Pekalongan é uma cidade conhecida pela fabricação de batique, um método tradicional da Indonésia de usar cera para dar resistência a tinturas à base de água para representar padrões e desenhos, geralmente em tecido.

O fenômeno surreal viralizou na internet neste fim de semana. Milhares de internautas compartilharam fotos e vídeos do vilarejo ao sul da cidade de Pekalogan na Central de Java. As imagens mostram o vilarejo de Jenggot sendo alagado pelas águas cor vermelho-carmim. Impressionados, alguns os moradores relataram que a água vermelha era semelhante ao sangue. 

De acordo com o morador local, Eny Rosidah, as inundações começaram por volta das 7h da manhã do sábado (6) e relatou que, ao entrar em contato com a água vermelha, algumas pessoas apresentaram coceira de pele semelhante a uma alergia intensa. As autoridades vão investigar se houve negligência no gerenciamento de resíduos da fábrica.

O chefe da seção de mitigação de desastres e preparação da Agência de Mitigação de Desastres de Pekalongan, Dimas Arga Yudha, confirmou que as fotos que estão circulando eram reais. A polícia informou à mídia local que estava procurando os responsáveis pelo descarte do corante usado que pigmentou as águas das enchentes. O Serviço Ambiental de Pekalongan disse que usou um caminhão para sugar as águas da enchente.

Um policial em Pekalongan segura um saco de tinta vermelha responsável pelas águas vermelhas da inundação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *