EUA estão preocupados com prontidão da China para ‘assumir mais riscos’ por Taiwan

Compartilhe

 administração dos EUA tem estado cada vez mais preocupada que Pequim possa estar pronta para “assumir mais riscos” em relação a Taiwan, já que é esperado que o presidente chinês, Xi Jinping, seja reeleito para o seu terceiro mandato, escreve o The Financial Times.

“A China parece estar passando de uma fase em que estava satisfeita com o status quo em relação a Taiwan, para uma fase em que está mais impaciente e mais preparada para testar os limites e flertar com a ideia de unificação”, afirmou ao jornal uma fonte do alto escalão do governo dos EUA.

De acordo com o interlocutor anônimo, antes de chegar a esta conclusão, a nova administração dos EUA acompanhou o comportamento de Pequim ao longo dos últimos dois meses.

O oficial comentou que a administração Biden está preocupada com o fato de que o presidente chinês “considera crucial o progresso de [na questão de] Taiwan para a sua legitimidade e legado”.

“Parece que ele está preparado para assumir maiores riscos”, comentou o alto funcionário dos EUA.

Kurt Campbell, coordenador do Conselho de Segurança Nacional para o Indo-Pacífico dos EUA (CNAS, na sigla em inglês) disse ao jornal que em comparação a outras áreas política, a China tem sido mais assertiva em sua abordagem a Taiwan.

“[…] Em nenhum lugar temos visto atividades mais persistentes e determinadas do que as atividades militares, diplomáticas e outras dirigidas a Taiwan”, observou Campbell.

Na última sexta-feira (26), autoridades da Defesa de Taiwan acusaram a China de lançar um sobrevoo militar massivo, no qual foram envolvidos 20 aviões militares, incluindo bombardeiros de capacidade nuclear.

Com informações Sputnik

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *