Dois mortos e dezenas de feridos na sinagoga israelense após desabamento

Compartilhe

Pelo menos dois fiéis foram mortos e mais de 100 feridos no domingo, quando uma arquibancada desabou em uma sinagoga em construção em um assentamento judeu na Cisjordânia ocupada, disse o serviço nacional de ambulâncias de Israel.

O acidente em Givat Zeev, ao norte de Jerusalém, levantou mais questões sobre as medidas de segurança em grandes eventos ultraortodoxos, duas semanas depois que 45 peregrinos foram esmagados até a morte em uma debandada no cemitério de um sábio judeu no norte de Israel.

Um porta-voz da polícia disse que 650 fiéis estavam no local de culto de Givat no início do feriado judaico de Shavuot.

O evento foi realizado em uma sinagoga parcialmente construída. O prefeito local, o corpo de bombeiros e policiais disseram que a operação foi realizada apesar da falta de autorização e das advertências oficiais de que a área de construção não era segura.

Um porta-voz do serviço de ambulâncias Magen David Adom disse que pelo menos duas pessoas morreram. Ambulâncias e helicópteros militares transportaram os feridos para hospitais.

Imagens de segurança transmitidas pelo Canal 12 de TV mostraram uma arquibancada lotada desabando e adoradores caindo uns sobre os outros.

“Fomos chamados novamente para outro evento em que houve negligência e falta de responsabilidade. Haverá prisões”, disse o chefe da polícia do distrito de Jerusalém, Doron Turgeman, da cena, ao vivo na TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *