Variante Delta será em breve predominante em todo o planeta, alerta OMS

Compartilhe

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou nesta segunda-feira que a cepa Delta do coronavírus em breve se tornará a mais difundida.

“Delta está agora em mais de 104 países e em breve será a cepa dominante de COVID-19 globalmente. O mundo assiste em tempo real enquanto o vírus COVID-19 continua a mudar e se torna mais transmissível  , disse  o funcionário durante uma imprensa online conferência.

Da mesma forma, Tedros indicou que a pandemia se desenvolve de duas maneiras diferentes em países com altas e baixas taxas de vacinação. No primeiro grupo, “Delta se espalha rapidamente, infectando pessoas especialmente desprotegidas e vulneráveis, pressionando os sistemas de saúde”. Por sua vez, em países com baixa taxa de vacinação, “a situação é particularmente ruim. Delta e outras variantes altamente transmissíveis impulsionam ondas catastróficas que levam a um maior número de hospitalizações e mortes”, disse ele.

De acordo com Tedros, “o que estamos vivenciando é o agravamento da emergência pública que ameaça ainda mais vidas, meios de subsistência e recuperação econômica global”. Referindo-se às diferentes taxas de vacinação em países ao redor do mundo, o médico destacou que, para vencer a pandemia, o acesso às vacinas deve ser fornecido aos países pobres.

“Que não se fale mais em vacinar países de baixa renda em 2023 ou 2024. Este não é um momento para uma pausa, queremos ver o progresso e uma onda de ação para expandir a oferta e o compartilhamento de ferramentas de saúde que salvam vidas, “reiterou o chefe da OMS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *