“Caixas misteriosas” que apareceram na costa do Nordeste vieram de um navio nazista, revelam cientistas

Compartilhe

Uma equipe de pesquisadores brasileiros descobriu que “caixas misteriosas” com  inscrições em japonês  que apareceram em agosto na costa nordeste do Brasil vieram de um navio alemão nazista afundado durante a Segunda Guerra Mundial, noticiou a imprensa local.

O oceanógrafo Carlos Teixeira, da Universidade Federal do Ceará, explicou que as caixas são fardos de borracha.  Os pacotes apareceram em diferentes praias dos estados da Bahia, Alagoas e Sergipe, e as investigações revelaram que eram provenientes de um cargueiro nazista que foi afundado na costa do Brasil em janeiro de 1944 por um contratorpedeiro da Marinha dos Estados Unidos.

O navio partiu com um carregamento de borracha e estanho do Sudeste Asiático, região que durante a Segunda Guerra Mundial estava sob o domínio do Japão, aliado da Alemanha nazista. O cargueiro tinha como destino a Europa e a carga destinada à indústria militar .

Dois navios nazistas afundados

Caroços semelhantes foram transformando-se  nas praias do nordeste do Brasil desde 2018, vindo de um outro navio nazista afundado também em 1944. Mas em agosto eles surgiram em maior número do que o encontrado anteriormente, e alguns dos fardos de borracha tinham inscrições em japonês , que essa até então não havia sido observado.

Além disso, os pesquisadores descobriram que no primeiro semestre de 2021 houve um aumento drástico no preço do estanho no mercado internacional. Isso e as inscrições japonesas levaram os cientistas a supor que se tratava de outro navio e que piratas estavam manipulando os destroços na tentativa de recuperar o estanho . Essas hipóteses foram confirmadas e o segundo naufrágio foi encontrado no litoral da cidade de Salvador, na Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *