Terra foi atingida pela maior tempestade magnética dos últimos que foi provocada por uma forte explosão solar

Compartilhe

Uma das “tempestades magnéticas mais poderosas dos últimos anos ” foi sentida nesta quinta-feira na Terra, informou  o Laboratório Russo de Astronomia de Raios-X Solar (LPI, por sua sigla em inglês).

Os cientistas russos explicaram que as observações feitas por sondas registraram um aumento espetacular na velocidade do vento solar , de 400 para mais de 800 quilômetros por segundo, e um aumento de quase 100 vezes na densidade do plasma interplanetário. Eles ressaltaram que tudo isso “não deixa margem para dúvidas” de que uma grande ejeção solar, ou seja, massas de matéria solar ejetadas da atmosfera do Sol por uma poderosa erupção, ocorrida em 2 de novembro, atingiu nosso planeta.

“O índice de atividade geomagnética, que vinha diminuindo lentamente até atingir valores calmos nos últimos dias (após as erupções no final de outubro), saltou quase imediatamente após a meia-noite para o nível 7 (com valor máximo de 9), que corresponde a um tempestade magnética de terceiro nível em uma escala de cinco “, relataram.

Conforme detalhado pelo LPI, a atual tempestade magnética deve terminar na tarde desta quinta-feira. No entanto, a instabilidade no campo magnético do nosso planeta persistirá por pelo menos dois a três dias , embora a probabilidade de atingir os máximos atuais seja baixa.

Anteriormente, nos últimos quatro anos, apenas quatro tempestades magnéticas do mesmo nível foram registradas na Terra : 12 de maio de 2021, 14 de maio de 2019, 26 de agosto de 2018 e 28 de setembro de 2017.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *