A vitória da Rússia na Ucrânia não pode ser permitida, diz chanceler Olaf Scholz

Compartilhe

O chanceler alemão, Olaf Scholz, enfatizou na terça-feira que a vitória da Rússia na guerra militar na Ucrânia não pode ser permitida.

“Juntamente com nossos parceiros na Otan, estamos de pleno acordo: a Rússia não pode vencer esta guerra”, declarou ele, acrescentando que eles continuarão a apoiar Kiev “ativamente”.

Neste contexto, reiterou que a OTAN não deve intervir em ações militares.

Em relação ao fornecimento de armas à Ucrânia, Scholz disse que “devemos reconhecer que as capacidades que temos atingem seus limites”. Nestas condições, Berlim e Kiev estão trabalhando para elaborar uma lista de armas que ainda podem ser fornecidas.

No final de seu discurso, Scholz dirigiu-se ao presidente russo Vladimir Putin e exigiu que “o bombardeio das cidades ucranianas” pare, uma retirada das tropas russas e um cessar-fogo sejam realizados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.