Arthur Lira fica em silêncio, após discurso de Bolsonaro

Compartilhe

Após 72 horas das criticas de Jair Bolsonaro às urnas eletrônicas e ao processo eleitoral , o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), permanece em silêncio. Aliado de Bolsonaro, Lira é a única autoridade no topo da hierarquia dos poderes que ainda não se manifestou sobre o assunto.

Desde que Bolsonaro lançou suspeitas sobre as eleições, em reunião com embaixadores, condenaram a postura o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e os presidentes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin e Luiz Fux.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.