Assembleia Geral da ONU suspende Rússia do Conselho de Direitos Humanos por causa da Ucrânia

Compartilhe

A Assembleia Geral das Nações Unidas votou para suspender a Rússia do Conselho de Direitos Humanos durante uma reunião na quinta-feira. O resultado da votação: a favor 93; contra 24; abstenção 58.

Entre os que votaram contra a resolução estão a Bielorrússia, aliada regional da Rússia, China, Coreia do Norte, Irã e Síria.

Em um rascunho da resolução, a AGNU disse que a Assembleia Geral “suspenderia os direitos de participação no Conselho de Direitos Humanos de um membro do Conselho que cometesse violações graves e sistemáticas dos direitos humanos”.

A Assembleia Geral precisava votar a favor de dois terços para remover a Rússia do conselho.

Antes da votação, o embaixador da China na ONU, Zhang Jun, disse que o país votaria contra a medida.“Lidar com a adesão ao Conselho de Direitos Humanos dessa maneira estabelecerá um novo precedente perigoso” e “produzirá sérias consequências”, disse Zhang falando na AGNU na quinta-feira.

“A China pede a todas as partes que trabalhem juntas na mesma direção para criar oportunidades de paz e perspectivas de negociação. A China continuará mantendo uma posição de objeção e imparcialidade e desempenhará um papel responsável e construtivo a esse respeito”, acrescentou Zhang.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.