BH volta a exigir uso de máscaras contra Covid-19 em locais fechados

Compartilhe

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou no Diário Oficial do Município (DOM), na madrugada desta terça-feira (14), a alteração no Decreto nº 17.943 e voltou com a obrigatoriedade no uso de máscaras em locais fechados.

A publicação não especificou em relação ao uso do protetor facial em locais como estádios e feiras.

O decreto mantém o uso de máscaras sobre o nariz e a boca em estabelecimentos e serviços de saúde, no transporte coletivo e nas respectivas estações de embarque e desembarque e no transporte escolar, todos sem data para flexibilização.

A publicação no Diário Oficial do Município adiciona a obrigação do uso do item de proteção em todos os locais com ambiente fechado. A prefeitura estipulou a validade desse item até 31 de julho de 2022.

A medida deve ser reavaliada na data especificada levando em consideração o número de casos e mortes na cidade, além dos índices de vacinação.

Em coletiva, nessa segunda-feira (13), a secretária Municipal de Saúde, Cláudia Navarro, afirmou que os protocolos são revistos diariamente.

Nas últimas semanas, o país registrou o aumento do número de casos de Covid-19. Belo Horizonte é a primeira capital do país a retomar o uso de máscaras em ambientes fechados.

“A partir do momento em que nós obrigamos o uso da máscara vamos não só diminuir a transmissão do vírus como também diminuir a transmissão de outras viroses, principalmente nas crianças e nos pacientes acima de 60 anos. Diminuindo as viroses, diminuiremos o total de atendimentos nos nossos serviços de urgência”, disse a secretária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.