Biden diz que EUA estão “abertos a sanções adicionais” à Rússia após União Europeia anunciar nova rodada de sanções

Compartilhe

Depois que a União Europeia e o Reino Unido anunciaram sanções adicionais à Rússia, o presidente dos EUA, Joe Biden, disse que “estamos sempre abertos a sanções adicionais”.

“Falarei com os membros do G7 esta semana sobre o que vamos fazer ou não fazer”, disse Biden a repórteres na Casa Branca enquanto discutia a economia dos EUA.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, propôs uma série de medidas , incluindo a proibição do petróleo russo, na quarta-feira. Outras propostas incluem listar indivíduos que cometeram crimes de guerra em Bucha, Ucrânia; remover o maior banco da Rússia, o Sberbank, e duas outras empresas do  sistema SWIFT,  um serviço de mensagens que conecta instituições financeiras em todo o mundo; e banindo três emissoras estatais russas das ondas de rádio européias.

A secretária de Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, anunciou na quarta-feira novas sanções contra 63 cidadãos e entidades russas, inclusive contra empresas de mídia russas “por trás da campanha de desinformação viciosa de Putin” e seus funcionários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.