Bolsonaro chama Lula de criminoso em evento no Planalto

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ser eleito para um novo mandato e disse que o retorno do petista ao Palácio do Planalto seria como “reconduzir à cena do crime o criminoso”, em razão das denúncias de corrupção na Petrobras que vieram à tona durante os governos do PT (Partido dos Trabalhadores).

Além de atacar o ex-presidente, Bolsonaro fez menção ao ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido), que estuda ser o vice do petista na eleição presidencial deste ano. “Dos R$ 100 bilhões que a Petrobras pagou em dívida, meia dúzia veio de acordo de leniência e devolução de delatores. De onde veio essa grana? E querem reconduzir à cena do crime o criminoso, juntamente com Geraldo Alckmin”, reclamou Bolsonaro, em evento no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (12).

Bolsonaro ainda elogiou o seu governo e disse que cada ministro tem dado uma “cota de sacrifício” para impedir que episódios de corrupção aconteçam.   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.