Bolsonaro critica empresários que assinaram carta pela democracia: ‘Mamíferos’

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar, nesta segunda-feira (1º), os signatários da carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral brasileiro e chamou os empresários que assinaram o documento de “mamíferos”‘.

“Esse manifesto aí foi assinado por banqueiros, artistas, tem mais uma classe e alguns empresários mamíferos”, afirmou Bolsonaro em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.

O documento foi feito na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP) e em menos de 24 horas obteve a assinatura de mais de 100 mil pessoas. A carta não cita Bolsonaro e afirma que “estamos passando por momento de imenso perigo” para a normalidade democrática, com riscos às instituições e insinuações de desacato ao resultado das eleições.

Entre os signatários estão banqueiros, empresários, intelectuais e advogados. O documento contou também com a assinatura de ministros eméritos do Supremo Tribunal Federal e de docentes de diversas universidades do país, como USP, UFMG, UFRJ e UFPB.

A carta já tinha sido alvo de críticas por parte de Bolsonaro na última quarta-feira (27). Durante a convenção que oficializou a aliança do Partido Progressista com o Partido Liberal, o presidente desdenhou do documento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.