Bolsonaro diz que se não fosse ele, o Brasil já estava no buraco

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (7/7) que se não fosse por ele, o Brasil “estaria no buraco”. A declaração ocorreu durante conversa do chefe do Executivo com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. Ele também aproveitou para alfinetar o Partido dos Trabalhadores.

“Não é prometendo o paraíso para todo mundo, como a esquerda sempre promete, que a gente pode sonhar com um Brasil melhor. O Brasil não é mais do futuro, é do presente. Se não sou eu, esse Brasil já estava no buraco”, alegou.

O presidente disse ainda que a tendência é de que a inflação também apresente baixa. “Os combustíveis estão caindo bastante. Ninguém me culpa agora, né? Cai combustível, cai inflação também. Não temos desabastecimento, não temos problemas internos, não temos terrorismo aqui, não tem mais o MST. Nós botamos o MST lá embaixo sem usar a violência, titulando terras para eles”, completou.

Em referência às eleições, voltou a atacar Lula afirmando que a gestão do petista foi “marcada por mentiras e roubalheiras” e pediu aos apoiadores que conversem com amigos e familiares numa espécie de vira voto. “Agora, o que todo mundo precisa fazer, qual é a ajuda que precisa fazer? Primeiro, obrigada pela visita aqui. É conversar com quem está com outra coisa na cabeça. Não adianta ficar entre nós”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.