Bolsonaro oferece asilo político à ex-presidente da Bolívia Jeanine Áñez

Compartilhe

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou que seu país poderá oferecer asilo político à ex-presidente da Bolívia Jeanine Áñez, que foi condenada a dez anos de prisão pela Justiça boliviana pelo caso do golpe de 2019 estado.

“O Brasil está colocando em prática a questão das relações internacionais, dos direitos humanos , para ver se traz Jeanine Áñez, oferece abrigo aqui no Brasil . 

Além disso, o chefe de Estado atacou Lula, por não condenar a decisão da Justiça boliviana contra Áñez. “O ex-presidente [Evo Morales] e o atual [Luis Arce] são amigos de Lula, e ele não fala absolutamente nada sobre esse caso”, criticou.

A sentença

Jeanine Áñez foi condenada no início de junho a 10 anos de prisão depois que um tribunal a considerou culpada dos crimes de violação de deveres e resoluções contrárias à Constituição,  que o ex-presidente Evo Morales sofreu em novembro. 2019.

A ex-presidente de fato protagonizou o julgamento batizado de  ‘golpe de Estado II’ , no qual foi acusada de assumir a presidência sem cumprir os requisitos institucionais necessários, apenas alguns dias depois de Morales ser forçado a renunciar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.