Bolsonaro sobre carta da democracia; ‘Estão com medo de quê?’

Compartilhe

O  presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar nesta quinta-feira o manifesto em defesa da democracia articulado pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Josué Gomes da Silva. Ele afirmou que é uma nota “política em ano eleitoral” e que não conseguia “entender” o motivo do manifesto, criado em resposta às acusações sem provas que o presidente fez do sistema eleitoral brasileiro a embaixadores na semana passada.

“Não consigo entender. Estão com medo do quê, se estou há três anos e meio no governo. Nunca teve uma palavra minha, uma ação, gesto. Nunca falei em controlar mídia, em controlar mídias sociais, em democratizar a imprensa. Nada”, afirmou o presidente, completando: “Por que isso daqui? uma nota política eleitoral que nasceu lamentavelmente na Fiesp em São Paulo. Se não tivesse o viés político nessa nota eu assinaria. Sem problema nenhum”, afirmou nesta quinta-feira, durante sua live semanal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.