Casa Branca diz que o novo pacote de ajuda à Ucrânia incluirá sistemas de defesa aérea de longo alcance

Compartilhe

Os EUA planejam anunciar ainda nesta semana que compraram “um avançado sistema de defesa antimísseis terra-ar de médio a longo alcance” para a Ucrânia, informaram várias agências de notícias no domingo e na segunda-feira, citando pessoas familiarizadas com a matéria.

A Associated Press citou uma fonte dizendo que a arma em questão é o sistema de mísseis antiaéreos NASAMS, desenvolvido pela Noruega. O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky solicitou que o NASAMS fosse entregue ao seu país quando se dirigiu ao parlamento norueguês no final de março.

Foi dito que Washington também forneceria a Kiev munição de artilharia adicional e radares de contra-bateria.

A notícia chega quando os líderes do Grupo dos Sete (G7) – que inclui EUA, Canadá, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Itália e Japão – estão se reunindo para coordenar mais ajuda à Ucrânia e mais sanções à Rússia.

Os EUA – juntamente com outros membros da OTAN – têm fornecido cada vez mais armas pesadas para a Ucrânia, incluindo vários sistemas de mísseis, drones de combate e veículos blindados, desde que a Rússia lançou sua operação militar no país no final de fevereiro.

No início deste mês, o presidente Joe Biden divulgou um pacote de ajuda militar de US$ 700 milhões à Ucrânia, que inclui lançadores múltiplos de foguetes HIMARS, mísseis antitanque Javelin disparados no ombro e helicópteros Mi-17.

Moscou anteriormente acusou o Ocidente de “inundar” a Ucrânia com armas e alertou que qualquer armamento estrangeiro em solo ucraniano será tratado como alvo legítimo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.