China alerta os EUA que ‘não hesitará em iniciar guerra’ por Taiwan

Compartilhe

O ministro da Defesa chinês, Wei Fenghe, e seu colega norte-americano Lloyd Austin se reuniram na sexta-feira com a ideia de garantir que as tensões entre os dois países não se traduzam em mal-entendidos militares ou falta de comunicação.

O encontro, que aconteceu no âmbito do Diálogo Shangri-La, principal encontro de segurança na Ásia, que está sendo realizado em Cingapura entre 10 e 12 de junho, é o  primeiro encontro presencial dos altos funcionários da defesa do ambos os países durante o governo do presidente Joe Biden.

As relações entre a China e os EUA têm permanecido tensas nos últimos meses, com as duas maiores economias do mundo se chocando sobre todos os tipos de questões: relações bilaterais e seus laços militares , a questão de Taiwan , a situação no Mar da China Meridional  e a situação na  Ucrânia ,Temas que foram discutidos durante a reunião, segundo o Coronel Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa Nacional chinês,  recolhe o The Global Times.

Por sua parte, o ministro chinês reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan e alertou que os militares chineses não hesitarão em lutar resolutamente e esmagar  qualquer tentativa de “independência de Taiwan , salvaguardando firmemente a soberania nacional e a integridade territorial. “O uso de Taiwan para conter a China nunca prevalecerá”, disse o ministro, segundo um porta-voz chinês.

“Se alguém se atrever a separar Taiwan da China, os militares chineses definitivamente não hesitarão em iniciar uma guerra , custe o que custar”, disse Wu Qian, citando Wei Fenghe.

Ele também pediu aos EUA que tomem medidas concretas para a estabilidade do Mar da China Meridional , em vez de criar problemas, incitar disputas e exagerar o confronto.

Em relação à Ucrânia, Wei salientou que a China continuará a desempenhar um papel construtivo , embora tenha esclarecido que não hesitará em tomar medidas de retaliação se alguém quiser usar o assunto para prejudicar os interesses do gigante asiático.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.