China alerta para “sérias consequências” para os EUA por seu apoio a independência de Taiwan

Compartilhe

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, alertou na quarta-feira que apoiar o movimento de independência em Taiwan teria “sérias consequências” para os EUA.

Questionado pela TASS sobre a visita que a senadora norte-americana Tammy Duckworth fez a Taiwan entre 30 de maio e hoje, o porta-voz afirmou que Washington “adota cada vez mais frequentemente várias medidas em relação à questão de Taiwan, promovendo e apoiando implicitamente os apoiantes da chamada independência ” da ilha.

“É perigoso para Taiwan e terá sérias consequências para os Estados Unidos”, acrescentou.

De acordo com suas declarações, os líderes de Taipei e as autoridades norte-americanas tentaram usar a ilha “para manipular a China” e isso levou a uma escalada de tensões no Estreito de Taiwan.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse na terça-feira que “os EUA se machucarão” se não mudarem sua posição sobre Taiwan e aderirem ao princípio de uma só China. “As relações sino-americanas  não podem se deteriorar ainda mais  , e a decisão certa deve ser tomada: corrigir a cognição estratégica e abandonar a mentalidade da Guerra Fria, consolidar a base política e lidar adequadamente com as diferenças, sair da lógica da competição e melhorar as trocas e a cooperação, “, disse Wang em um discurso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.