China está ‘seriamente preparada’ para visita de Nancy Pelosi a Taiwan

Compartilhe

Esta segunda-feira, em conferência de imprensa regular , Zhao Lijian, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, confirmou os alertas anteriores sobre as graves consequências que teria a anunciada visita a Taiwan da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi. Questionado sobre a veracidade das informações divulgadas  a este respeito pelo Financial Times no sábado, e se poderia haver uma possível resposta militar  de Pequim, Zhao respondeu que o lado chinês tem repetidamente deixado clara sua firme oposição a tal visita.

“Estamos totalmente preparados para qualquer eventualidade”, disse o diplomata chinês. E insistiu que se os planos para a visita se mantiverem, “o lado chinês tomará medidas fortes e firmes” para defender a sua soberania e a integridade territorial do país.

Da mesma forma, ele disse que os Estados Unidos devem assumir total responsabilidade “por quaisquer consequências graves” decorrentes da visita anunciada de Pelosi.

O Financial Times  informou  que a hipotética visita do legislador a Taiwan poderia ocorrer em agosto, depois de ter cancelado uma primeira data de viagem em abril por ter sido infectado com coronavírus.

A imprensa sustenta que os EUA temem que a China imponha uma zona de exclusão aérea sobre Taiwan se a viagem for adiante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.