China planeja trazer amostra de Marte para a Terra antes da missão conjunta da NASA 

Compartilhe

A missão espacial chinesa para coletar amostras de rocha e poeira de Marte e trazê-las para a Terra pretende chegar com todos os materiais coletados em nosso planeta em 2031, ou seja, dois anos antes do voo planejado pela NASA e pela Agência Espacial Europeia, informa SpaceNews .

O principal projetista da missão anterior, Tianwen-1 que ocorreu em 2021, Sun Zezhou, apresentou em 20 de junho novos planos para Pequim explorar o solo marciano e estudar as descobertas em seus laboratórios terrestres por meio de dois lançamentos que decolariam no final de 2028 .

A ambição do país de realizar essa missão sem precedentes já havia sido expressa antes de ser incluída nos planos de desenvolvimento da Administração Nacional do Espaço da China para o período entre 2021 e 2025.

Espera-se que a missão Tianwen-3  seja mais simples em comparação com o projeto conjunto EUA-Europa , com um único pouso em Marte e sem múltiplos rovers. De acordo com a reportagem da SpaceNews, a missão consistirá em “duas combinações”: um módulo de aterrissagem e um veículo de ascensão, além de um módulo orbital e um módulo de retorno.

O veículo de subida, por sua vez, será composto por duas etapas, com propulsão sólida ou líquida, e deve atingir uma velocidade de 4,5 quilômetros por segundo, segundo a apresentação desta segunda-feira.

Se for bem-sucedida, a missão  devolverá as primeiras amostras marcianas à Terra , um objetivo amplamente considerado um dos principais objetivos científicos da exploração espacial.

Estima-se que o pouso em Marte ocorra em setembro de 2029. Para coletar os materiais, várias técnicas serão aplicadas, incluindo amostragem de superfície, perfuração e amostragem inteligente móvel, possivelmente por meio de um robô de quatro patas.

Após o encontro e o acoplamento com o orbitador, a nave de ascensão partirá da órbita de Marte no final de outubro de 2030 e retornará à Terra em julho de 2031.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.