Coreia do Norte se prepara para teste nuclear que não ocorria em anos, alerta EUA

Compartilhe

Autoridades de inteligência ocidentais dizem que a Coreia do Norte está se preparando para realizar um teste de armas nucleares pela primeira vez em mais de quatro anos. As tensões renovadas na península levaram o enviado atômico da China a se encontrar com seu colega sul-coreano em Seul na terça-feira, chamando a situação de “severa”. 

De acordo com um comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul, Noh Kyu-Duk esperava que seu colega chinês Liu Xiaoming desempenhasse um “papel construtivo” ao instar a Coreia do Norte a retornar à mesa de negociações.  

O ditador norte-coreano Kim Jong Un alertou recentemente que usaria armas nucleares “preventivamente” se ameaçado. O ditador recentemente presidiu outro grande desfile militar para marcar o 90º aniversário da fundação do exército revolucionário da Coreia do Norte.  

Kim prometeu desenvolver armas nucleares na “velocidade mais rápida possível”, de acordo com sua mídia estatal. Há preocupações de que o ditador norte-coreano aproveite a oportunidade para realizar um novo teste nuclear para estragar a próxima cúpula do presidente Biden em 21 de maio na Coreia do Sul, dias após o novo líder do país assumir o comando na próxima semana. 

Os militares dos EUA mantêm uma força de 28.500 soldados na Coreia do Sul .  

Há pedidos para devolver ogivas nucleares táticas à Coreia do Sul pela primeira vez em décadas, depois que a Coreia do Norte testou um míssil balístico intercontinental no final de março pela primeira vez desde 2017, após uma enxurrada de mísseis balísticos de curto alcance este ano. 

A Coreia do Norte lançou seu novo ICBM durante um desfile militar em outubro de 2020. O míssil testado nas últimas semanas voou quase 4.000 milhas no espaço, mais de 15 vezes a órbita da Estação Espacial Internacional. Tem alcance para chegar aos Estados Unidos, dizem os especialistas. Ainda não está claro se a Coreia do Norte desenvolveu uma ogiva nuclear que pode reentrar com sucesso na atmosfera da Terra.  

Nas últimas semanas, satélites espiões dos EUA detectaram novos túneis sendo perfurados no país, em um local onde tais testes foram realizados no passado, disseram dois oficiais de defesa dos EUA à Fox News.  

As autoridades disseram que novas atividades indicam que outro teste nuclear possivelmente ocorrerá nas próximas semanas. A Coreia do Norte realizou seis testes de armas nucleares em sua história, começando em 2006.  

De acordo com as autoridades de defesa, analistas de inteligência descobriram equipamentos de escavação ativos em Kilju, localizado na província de Hamgyong, em um local onde um teste de armas nucleares foi realizado mais recentemente em setembro de 2017. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.