EA Sports anuncia que vai parar de fazer jogos ‘FIFA’ após 2023; entenda o motivo

Compartilhe

É uma das marcas mais lucrativas da história dos jogos, mas o custo da licença foi uma das razões pelas quais foi tomada a decisão de abandonar a parceria.

A EA continuará a fazer videogames de futebol, mas a partir de 2023 eles estarão sob uma nova bandeira, EA Sports FC.

A Fifa diz que planeja lançar seus próprios jogos rivais, dizendo: “O nome Fifa é o único título original global”.

A EA Sports fez o primeiro jogo da Fifa em 1993 e está no comando da franquia desde então.

Embora a mecânica de jogo e os principais modos de jogo sejam semelhantes ao que os jogadores esperam nos últimos anos, essa mudança provavelmente fará com que o título ofereça uma gama mais ampla de outras experiências, além da capacidade de jogar.

Falando à BBC, David Jackson, vice-presidente da EA Sports, explicou que o estúdio acha que é hora de seguir uma direção diferente para construir uma “marca para o futuro”.

Embora os detalhes dessas experiências sejam vagos no momento, é justo supor que poder assistir a partidas da vida real, experimentar eventos ao vivo no jogo no estilo Fortnite e ter acesso a uma gama mais ampla de itens de marca no jogo são o tipo de coisas que a EA gostaria de oferecer.

Jackson diz: “O mundo do futebol e o mundo do entretenimento estão mudando e eles se chocam dentro do nosso produto.

“No futuro, nossos jogadores exigirão de nós a capacidade de sermos mais expansivos nessa oferta. No momento, nos envolvemos no jogo como uma forma primária de experiência interativa. Em breve, assistir e criar conteúdo será igualmente importante para fãs.

“De acordo com as convenções de licenciamento que concordamos com a Fifa há 10 anos, havia algumas restrições que não nos permitiriam construir essas experiências para os jogadores”.

A franquia Fifa tem sido tão bem-sucedida em parte devido a acordos de licenciamento detalhados, que permitiram representações precisas de kits de equipes, rostos de jogadores e estádios para serem vistos na tela.

Os jogadores podem jogar como times da Premier League como o Liverpool há anos, enquanto jogos concorrentes como o Pro Evolution Soccer ofereciam times fictícios como o Merseyside Red.

A EA diz que continuará a oferecer experiências do mundo real, tendo inscrito 19.000 atletas, 700 equipes, 100 estádios e mais de 30 ligas para jogos futuros.

Eles incluem a Premier League, Bundesliga, La Liga e Uefa.

No entanto, a mudança significa que os jogos lançados para a Copa do Mundo, como Fifa: Road to World Cup 98, não serão mais feitos pela EA.

Haverá um lançamento final da Fifa, com a edição deste ano – Fifa 23 – à venda neste outono, como de costume.

O EA Sports FC chegará às prateleiras no final de 2023.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.